sábado, 6 de dezembro de 2014

A Era do coração aberto.......... ou doente


A Era do coração aberto ... ou doente

Cada pessoa no planeta tem algo a oferecer.
O tempo de isolamento e individualismo acabou. Aqueles que insistem em tal atitude não vão suportar a pressão e fatalmente fica doente emocionalmente e existencialmente.
O medo de abrir-se para o outro e para a vida, leva ao pânico. Auto-enclausuramento reação afetiva a uma relação de dependência em excesso, leva à depressão. O anseio pela liberdade e satisfação, em um contexto de repressão e da própria gravidade, leva à ansiedade.
E a tentativa de controlar o fluxo de eventos que levam ao estresse e mostra uma total falta de confiança. Eu não estou falando de autoconfiança, porque se alguém não sabe, como você pode confiar em si mesmo? Nem falo de confiança em alguém. Bem, se você não conhece a si mesmo, como poderia conhecer uns aos outros e confiar nele? Falo da falta de confiança no desconhecido, a incerteza ... e possível confiança no ato de se comprometer. Entrega absoluta a existência como ela se manifesta em cada turno.
Podemos aprender a sair de nós mesmos, que estamos expandindo para além das fronteiras da separação do eu. Deixe que o coração se abra e compartilhar mais abraços, sorrisos, gestos. É claro que isso só é legítimo quando é espontâneo e surge a partir da verdade, é claro. Mas também é verdade que só é capaz de ocorrer quando há intenção, disponibilidade e intensidade fundamentalmente vital, a vida forte. Percebendo isso e aceitar a existência convite nos faz dessa forma, podemos estabelecer uma atitude de total abertura.
Podemos, então, aumentar a força pulsante de vida e é o que nós somos. Não há mágica ou o caminho já traçado para isso. No entanto, algumas coisas simples podem fazer despertar, estimular o pulso da vida que existe em nós.
A atitude de partilha, doação, é um sinal de força, expansão e que é a vida no seu reposicionamento montante; em seu poder aumentado sendo o que é. A vida sempre quer mais do mesmo para si mesma, e essa é a sua maneira de ser saudável e cheio de coragem incondicional. Cheio de força que sempre supera a si mesmo.
Portanto, aberta e permitida a circulação em todas as direções, tocar o outro com o que somos, desperta a força da vida. Quando estamos nesse movimento que nós somos é, essencialmente, a vida e o outro é que, em seguida, nós somos um. Livres estamos expandindo. Isso é amor incondicional. Não tem nada a ver com a moralidade social, religião, ou qualquer tentativa de salvar o mundo. É só estar em sintonia com o que a vida é, em sua própria maneira de ser mais criativo, selvagem.
Ao deixar este conjunto de atitude básica fluir, é necessidade vital para o movimento acontecer com intensidade. É necessário sair do estado de carga baixa prânica, falta de energia, de modo que a força da vida, na verdade, faz a sua própria expansão do movimento. Uma maneira de começar esse processo de revitalização, biologicamente, é simplesmente mais e melhor respiração. Oxigênio e prana que absorvemos respirar adequadamente e, especialmente, através de exercícios específicos, altera a configuração atual de nosso estado emocional, mental e orgânica e, na verdade, foram mais vivo, capaz e pronto para ir além do que pensamos ser.
Este era de Aquário é a era da reunião, agrupamento, mas não falta, pelo desejo de receber. Não porque a união faz a força. Ao contrário. É porque nós sentimos a força da vida que transborda em nós, e para que possamos avançar em direção ao outro. Livremente, sem controle, sem manipulação, sem precisar do outro para ser quem somos. Sem ser em busca de sentido da vida e da auto através do outro. Não, a vida não tem sentido fora de si mesma. E isso é o que somos. Podemos nos aproximar do outro para estar juntos, a partilha; para doar, distribuir, exalando a fragrância do que somos.
A Era de Aquário pode ser uma experiência de unidade fundada sobre a experiência de que tudo é um. Diversidade esconder máscara inteira é o que nós somos. A partir desta consciência, uma nova forma de viver é possível.

Texto compartilhado do grupo de Reiki