terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Compaixão


Compaixão

Sobre o rastro da vida do outro, que só nos seja permitido pisar calçado de compaixão...
Suave, de leve, despido das vaidades que insistem em, de fora, com toda comodidade...julgar cada passo alheio com rigidez implacável.
Nunca tendendo às benesses do amenizar...
Mas pesando a língua, feito chumbo! Fazendo de cada centímetro do percurso daquele, verdadeira penitência...
Que aprendamos o quanto antes a forma não convencional de transitar pela vida.
Aquela com ares de céu, que nos permite flutuar...
E que essa moda de calçar compaixão pegue!
Pois um dia, cada um de nós há de querer pezinhos de anjos à nos acariciar as costas...
Em especial naqueles dias quando estamos mais cansados.
Naqueles dias que parece que o mundo inteiro resolveu nos pisar...
Compartilhado de Caminho de Luz
 Gi Stadnicki.