sábado, 1 de agosto de 2015

Ajudemos nossos semelhantes e Deus nos ajudará




É dever do missionário do bem guardar a Fonte Dadivosa do Amor do Cristo não permitindo que ela resseque pela incompreensão, e o assédio das forças do mal, que espreitam com olhar tenebroso o SERVIDOR DA VIDA, no intento de impedir o cumprimento do dever assumido com Jesus!
A maior defesa do trabalhador da luz é a oração proferida no silêncio do coração, pois ela é Usina de Amor a irradiar cura, paz; é mão amiga para os que estão à beira do desfiladeiro do sofrimento!
SERVIR COM AMOR é a única riqueza que deve almejar o tarefeiro do Cristo; aproveitando cada oportunidade de aperfeiçoamento que o viver diário lhe oferece. Por isso irmã, irmão e amigos; não recalcitre contra o aguilhão, aceite com serenidade as provações da vida; assim como Jesus aceitou e abraçou a cruz!
E, no serviço que prestares; e, no amor que deres colherás a bênção de servir: “Mas pela graça de Deus, sou o que sou”. – PAULO – I Coríntios, 15: 10.

PAZ E LUZ!